sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Top livros + requisitados de dezembro

Wolf, Virgínia (2014). A Viúva e o Papagaio. Porto: Porto Editora.


Imprevisível, divertido e inteligente, este conto acompanha a aventura da Sra. Gage, uma velha viúva que descobre uma herança inesperada com a ajuda de um papagaio invulgar. "Não está ninguém em casa!", "Não está ninguém em casa!" é só o que o papagaio James sabe dizer, mas ele esconde um segredo, assim como esta história esconde uma lição… 
Este livro é também recomendado pelo Plano Nacional de Leitura para o 5.º ano de escolaridade.

A coleção Educação Literária reúne obras de leitura obrigatória e recomendada no Ensino Básico e Ensino Secundário e referenciadas no Plano Nacional de Leitura

Pesquisado em: https://www.portoeditora.pt/produtos/ficha/a-viuva-e-o-papagaio/15653171

Adaptação de Lefort, Luc. Ali Babá e os Quarenta Ladrões. Porto: Porto Editora.

6º Ano de Escolaridade
Leitura autónoma

Naquela manhã, como em todas as manhãs que lhe foram dadas por Alá, Ali Babá andava a cortar lenha na montanha. De súbito, aparece no horizonte uma nuvem de poeira, aproxima-se uma caravana de quarenta ladrões e o pobre lenhador esconde-se numa árvore. Como podia ele ter imaginado que esse gesto simples de prudência iria mudar a sua vida, fazer com que o sangue e a violência entrassem na sua casa? É que do seu esconderijo, Ali Babá descobre um segredo fabuloso: as palavras mágicas que dão acesso ao tesouro dos bandidos...

A Coleção Educação Literária reúne obras de referência da literatura portuguesa e universal indicadas pelas Metas Curriculares de Português do Ensino Básico e Secundário.



Vieira, Alice (1998). Rosa, Minha Irmã Rosa. Alfragide: Editorial Caminho.



Obra recomendada pelas Metas Curriculares de Português para o 6º ano de escolaridade.
Mariana, filha única, tem dez anos quando Rosa nasce. Agora vai partilhar tudo com a irmã: o quarto, o tempo dos pais, o afeto da família - incluindo a Avó Elisa que desconfia do progresso, e a Tia Magda, que tem um dente de ouro, uma fala que mete medo e só gosta de estrelícias e antúrios. Mas pelo menos a recordação da Avó Lídia e a amizade de Rita ela não quer dividir com mais ninguém. Será que Rosa vai continuar a ser "uma intrusa"?

Sem comentários:

Enviar um comentário